Bambino: Um cara correndo atrás do seu sonho

0 Comments


Neste dia 18 de abril, Bambino completa 10 anos do primeiro episódio exibido na NTV.

Ontem eu falei de Proposal Daisakusen como um grande dorama de aprendizados: Hoje é a vez de Bambino, também de 2007 e que não fica atrás. Conta a história de Ban Shogo (interpretado pelo Jun Matsumoto, o mesmo que interpretou Doumyouji Tsukasa em Hanadan 2), um jovem cozinheiro de Fukuoka que vai à Tóquio com um ego inflado, por ter tantos elogios em sua cidade natal. Chegando no Baccanale, restaurante italiano bem diferente ao que tinha trabalhado, descobre que tem muito a aprender, principalmente devido à sua personalidade.

Como já disse, ele foi muito elogiado no antigo restaurante. Por que em Tóquio seria diferente? Ao melhor estilo dos programas culinários que vemos na televisão, cozinheiros vão para lá e para cá em um ritmo frenético. Todo o tempo é precioso quando a casa está cheia. Ingredientes pra cá, pratos para lá, todos a todo vapor para oferecer o melhor ao cliente.

Já no primeiro dia, Ban acha que sabe de tudo e é encarregado de fazer o brodo. Como ele mesmo diz que sabe, Katori, seu chefe, deixa passar, embora fosse encarregado de ver se tudo estava indo bem. Resultado: Como Ban não limpou as carnes que vão no brodo, ficou com gosto de sangue e completamente impossível de ser usado. Tomando um choque de realidade, Ban levou uma surra e um belo sermão de Katori, o que fez com ele se colocasse no seu devido lugar, percebendo que o trabalho não é tão fácil assim.

Ban percebe que para acompanhar este ritmo avassalador do restaurante, precisa se aperfeiçoar. Nesta luta consigo mesmo para provar que é capaz de fazer as coisas, Ban percebe que ama a cozinha e tenta ao máximo aprender com seus colegas. Então é desafiado a conhecer todas as áreas do restaurante. Seja o atendimento, as sobremesas, como escolher os ingredientes, a ordem dos pratos.

Ele vê o mais profundo significado da frase "No Pain No Gain". Focado no restaurante, ele deixa de acompanhar os antigos amigos e as séries que assistia. Mas percebe que todo o esforço está indo para algo maior. Quando se vê, Ban é outra pessoa, capaz de aprender e aceitar que ainda tem muito por vir.

Depois de tudo isso, por merecimento, ele finalmente ganha o dólmã e consequentemente aval de ir para a cozinha e poder fazer seus pratos de igual para igual com seus colegas.

Ban então, deixa de ser o Bambino (Um bebê que não consegue fazer nada sozinho) e se torna um legítimo chef de cozinha, graças à sua força e determinação.

Como veem, é um dorama mais do que inspirador. Ele é necessário, pois retrata perfeitamente parte de nossas vidas. Todos podem aprender e todos podem ensinar algo. Basta que nós possamos aceitar este aprendizado, termos humildade de aceitar que não somos perfeitos. A música do dorama também não decepciona e retrata fielmente Ban Shogo, um cara que sonha ser um grande chef de cozinha e percebe que para isso, deverá enfrentar a si mesmo para conseguir realizar seu sonho.

Com o que eu tenho
A força se tornará minhas asas
Eu irei superar a solidão
E mergulhar à procura do amanhã
Nós vamos conseguir tornar real!
Tudo que eu faço é querer ir além com perseverança
Eu escrevo "meus sonhos" mas você pode ler "minhas metas"
Indo para além de onde imaginei
Indo, indo e indo, continuando e continuando
We Can Make It - Arashi

0 comentários:

Siga @naodeixeojpopmorrer