Last Friends: Um dorama que marcou época e quebrou paradigmas

0 Comments


10 de abril de 2008. Foi quando um dos doramas mais impactantes na televisão japonesa teve sua estreia. Last Friends virou tema até de jornal daqui devido a sua importância e os temas abordados na série.

Traumas vividos na infância, homossexualidade, identidade de gênero e violência doméstica sendo tratados na mesma série. Não, essa série não é deste ano. Bem que podia, mas é de 10 anos atrás.

E foi esse o impacto que fez Last Friends da Fuji Television, com um elenco de peso. Masami Nagasawa, de Proposal Daisakusen; Ueno Juri, Asami Mizukawa e Eita de Nodame Cantabile; Nishikido Ryo de Um Litro de Lágrimas.

Se os doramas dos quais este elenco era referência já eram bons, imagina o que veio em Last Friends.

Tudo foi abordado de um ponto de vista mais sensível, explorando os medos e as dores vividas por cada personagem. Às vezes, uma violência física. E moral, psicológica.

Os 'últimos amigos' assim descritos vivem situações do dia-a-dia. Portanto não espere algo como Itazura na Kiss ou Hana Yori Dango. 

As quebras de paradigmas chegam com a personagem principal, que pratica motocross. Alta velocidade, adrenalina... Ruka está em um esporte em que majoritariamente teriam competidores masculinos, mas ela não se abate. 

Takeru passou por um trauma em sua infância e é mal-compreendido. Vê em Ruka uma pessoa em que ele pode confiar.

Cansamos de ver mulheres protagonistas no passado com o cabelo comprido, e aqui Ruka está de cabelo curto. Não curte também tanto aquelas roupas delicadas. 

E não, não temos um casal homem-mulher. Ou quase isso? Teríamos um triângulo amoroso? Ruka ama Michiru (Masami Nagasawa) mas Takeru ama Ruka?

Não, também não é um dorama escolar. Não é de investigação. Não é dorama médico. Seria mais... vida real?

Não espere o convencional em Last Friends. O dorama é bem emocionante e realmente desafia a vida real. Bem quando Michiru sofre agressões de Sousuke (Nishikido Ryo), que vão aumentando progressivamente até que ela passa a não aguentar mais o relacionamento abusivo, o comportamento violento do namorado.

'Last Friends' também mostra a visão de fora. Daqueles que acolhem alguém vítima de violência doméstica. Daqueles que veem o sofrimento de quem passa por discriminação.

O destaque é mesmo a aflição vivida por cada personagem. Vendo de fora, parece tudo bem, mas só parece mesmo. Choro, emoção, brigas e conversas que refletem os anseios, as fraquezas de cada um.

Você tava acostumado com a sorridente Nodame de Nodame Cantabile? Então acho que você vai se impressionar com a atuação da Ueno Juri em Last Friends, porque meu amigo, é de se tirar o chapéu. Ruka é uma pessoa que tenta ser feliz, mas passa por muitas coisas na vida e mantém um sorriso amarelo. A Ruka passa por muitas emoções, desde socorrer Michiru depois de ser agredida pelo namorado até as conversas felizes com Takeru (que considera apenas um amigo). E conseguimos notar uma naturalidade muito grande da Ueno em interpretar a personagem. Não é a toa, é uma das maiores atrizes japonesas. Depois dessa atuação da Ueno, ela se tornou uma das minhas atrizes favoritas, junto da Yui Aragaki e da Haruka Ayase. (Aliás, qual seu top 3 de atrizes do Nippon?)

Outra observação, é que já presenciei algumas pessoas que viram este dorama e passaram não só a odiar o personagem do Nishikido Ryo, mas até o próprio ator, pela violência das ações do seu personagem. 

Bem, recomendo ver o dorama. 

É justamente pelo fato de não ser um dorama convencional é que se torna interessante vê-lo. O dorama faz com que possamos ao menos, entender o que as pessoas sentem ao passarem por preconceito, agressão, insegurança, julgamento, os olhares alheios. Traz uma visão mais humana das coisas. Uma visão mais humana e tolerante. Fora o elenco, que na minha humilde opinião dispensa todo e qualquer tipo de comentário; E a música tema, Prisoner of Love, em alusão à fita vermelha que entrelaçam todos os personagens na abertura da série. Que sacada boa essa, hein. E a música é da Hikaru Utada, que também dispensa comentários.

E você, você que está lendo? Gostou? Não gostou? O que achou de Last Friends? Expresse sua opinião!

0 comentários:

Siga @naodeixeojpopmorrer