Koizora: Um amor verdadeiro, para sempre

agosto 05, 2017 JReonarudo 0 Comments


Em 2007, Koizora completa 10 anos desde que foi exibido nos cinemas. Achei bacana que este post viesse no aniversário da Nandemo. Foi um dos primeiros filmes japoneses que vi e um dos mais emocionantes..

Com Haruma Miura e Yui Aragaki, este filme contou com a trilha de Mr.Children (com Tabidachi no Uta) e a própria atriz cantou Heavenly Days. Curioso é que a parceria Yui Aragaki/Mr.Children está acontecendo lá no Japão com Code Blue 3.

Koizora é um filme escolar
, mostra todo aquele lado da juventude, dos dias da adolescência, das coisas boas da época do colegial. Tem um certo ar nostálgico. Yui Aragaki, que no filme é a Mika, aparece em vários trechos do filme narrando sua própria história, se perguntando se as coisas poderiam ser diferentes. Que coisas? Veremos mais em frente e se você ainda não viu, aviso, este post, assim como todos que eu faço de doramas e filmes, tem spoiler, e é agora.
Além de escolar, é um filme de romance. E assim como muitos doramas japoneses, tem um final... triste. Miura Haruma vive Hiro, um cara popular no seu colégio e que acaba conhecendo a Mika. Os dois começam a viver uma história de amor, mas Saki, uma garota que é obcecada por Hiro, faz de tudo para atrapalhar a história dos dois.

Saki começou a espalhar boatos de Mika, para forçá-la a abrir caminho para ficar com Hiro. Não deu certo e Hiro defende Mika com unhas e dentes. Além disso, Mika sofre um estupro, a mando de Saki. Não satisfeita e querendo ficar com Hiro de qualquer maneira, Saki empurra Mika, já grávida de Hiro.

Mika acaba perdendo o bebê, mas os dois permanecem juntos. Até que por um motivo misterioso, Hiro acaba com o relacionamento e se afasta completamente de Mika. Neste meio tempo, Mika conhece um novo rapaz, sem se esquecer de Hiro e ainda questionando porque os dois se separaram.

Hiro e Mika todo dia 24 de dezembro, fizeram uma promessa de homenagearem o filho, que não nasceu. E foi justamente ele quem os uniu novamente, dois anos depois. Foi aí que Mika descobriu: Hiro estava com câncer e em fase terminal. Por essa razão, Hiro forçou o fim do relacionamento, para que ela não sofresse mais ainda.

Mesmo assim, Mika decide que é hora de apoiá-lo até o fim. Para isso, fecha sua matrícula na faculdade e se dedica a cuidar de Hiro. Num local tranquilo, os dois improvisam um casamento. Hiro fica transtornado e diz que queria viver mais, num desespero de encontrar a felicidade e ser obrigado a abandoná-la.

No hospital, Hiro acaba falecendo enquanto Mika estava revelando as fotos deixadas por ele. Fotos estas em que só a amada aparecia.

Mika mesmo assim consegue se despedir dele por uma chamada de vídeo. No final, ela tenta se suicidar, mas acaba impedida por dois pombos brancos que vieram debaixo da ponte. Ela se dá conta de que o céu, o qual Hiro disse que seria, teria naquele momento lhe dado um grande aviso: Para que pudesse ser feliz. E é assim que o filme do "Céu do Amor" termina.

Koizora retrata muitos assuntos da adolescência e fala de um amor verdadeiro. Além disso tem aquele toque de dorama. Prepare os lenços, vai precisar.

Como eu já disse, rola aquele toque nostálgico tipico de doramas e filmes escolares, que você também verá por exemplo em Enoshima Prism e Ao Haru Ride (Aoharaido).

Mas também você vai chorar muito próximo de um litro de lágrimas. Pelo menos no quesito drama, este filme cumpre muito bem seu papel.

É um daqueles filmes que você deve ver. Bem intenso
, bem movimentado.

Recomendadíssimo! #Koizora10anos

Você pode gostar de:

0 comentários: